Buscar
  • MEET your home

5 tipos de pessoas que devem assistir Tidying Up, da Marie Kondo

O programa está disponível via Netflix, em português chama-se A Magia da Arrumação e está a fazer manchetes em todo o lado, apesar do seu tema ser um improvável sucesso: organização doméstica. Parece aborrecido, certo? Eu também achava. E depois vi um episódio (e mais que um). Esta série é útil de diversas formas e para diversas pessoas:


1. Para quem é adepto do minimalismo.

Se há coisa que está na moda é o movimento para destralhar e reduzir o que nos ocupa o espaço e a mente. Para quem está prestes a mudar de casa então, há uma excelente oportunidade para fazer exatamente o que diz a Marie Kondo, a guru da arrumação, e tirar tudo do sítio, amontoando todos os pertences por categoria, para percebermos bem a extensão de tudo o que temos (precisamos mesmo de uma camisola de malha para cada dia do ano? Incluindo a que está rota? E aquela da qual já nos tínhamos esquecido?).


2. Para quem não é de todo adepto do minimalismo.

São mais #teamacumulador? Tudo bem, a Marie não julga. O que vai fazer é ajudar-vos a perceber como devem arrumar as vossas tralhas e utilidades, de forma a que tudo ocupe o menor espaço possível. Tanto falamos de dicas genéricas como que devemos arrumar as coisas por categorias e tamanhos, como indicações como específicas como a forma correta de dobrar a roupa (à pala disto, não minto, pus o conteúdo de 3 gavetas a ocupar só uma e meia).


3. Para quem é indeciso.

Confesso que a princípio também me pareceu tolo o método que ela usa para ajudar a selecionar o que devemos manter ou não. Devemos pegar na peça de roupa, por exemplo, e perceber se ela nos faz feliz. Parolo, certo? Então agora pensem lá se não há peças de roupa que pegam e vos fazem formiguinhas por irem vesti-las e outras que acabam por torcer o nariz e deixar de lado ou vestir apenas se estiverem em modo “odeio a minha vida de qualquer forma”. Ah, pois é. Mantenham apenas o que vos transmite boas energias, pessoal. Palavra de Marie Kondo e, agora também, palavra de Maria das Palavras.


4. Para quem tem negócios de caixas.

Umas das formas de ter tudo bem arrumadinho é guardar as coisas em caixas de todos os tamanhos e feitios. Funciona, até já testei. As mesmas coisas, no mesmo espaço, conseguem ficar mais visíveis e acessíveis para uso rápido e para termos noção de tudo o que temos. Portanto já gastei mais dinheiro em caixas do que em roupa, este mês. Estou em crer que a Marie Kondo, antes de estrear o programa, comprou umas ações no IKEA.


5. Para os membros da família que acham que não têm nada a ver com isto.

Cada episódio decorre no seio de uma família. Ter os membros todos da casa envolvidos neste processo não é só mais rápido, como é uma forma de fortificar relações e fazer com que os hábitos de arrumação prevaleçam no futuro (visto que todos sabem onde pertence cada coisa). Além disso os benefícios de um espaço arrumado (até psicológicos, por incrível que pareça) estendem-se a todos os habitantes. Ver esta série em família, até pode despertar algumas mentes para a forma como não estão a colaborar - e deviam. Até pode, no mínimo, fazer com que alguém valorize mais quem habitualmente trata de coisas tão vulgares como trocar as toalhas de banho.


Maria das Palavras

Blog: MariadasPalavras.com

Instagram: @mariadaspalavras

Facebook: facebook.com/MariadasPalavras


#meetyourhome #meetyourhomemagazine #magazine #netflix #tidyingup


0 visualização
  • MEETLO-02
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Pinterest

© 2019 by MEET your home

AMI: 14235 • Praceta Comércio, Lj 5, Esc 1D • 2610-074 Alfragide • (+351) 213 630 032