Buscar
  • MEET your home

Halloween ou Pão-por-Deus?


Embora o Halloween seja uma tradição anglo-saxónica, já se comemora um pouco por todo o mundo, inclusive em Portugal. Trata-se de uma celebração de culto aos mortos, que decorre em 31 de outubro e a maioria das tradições de Halloween parece ter origem nos antigos festivais celtas chamados Samhaim, que marcavam a passagem de ano e a chegada do inverno. Para os celtas, o início do Inverno representava a aproximação entre o mundo e o “outro mundo”, onde vivem os mortos.



O Halloween é associado às cores laranja e preto pois o festival do Samhaim era comemorado no início do Outono, quando as folhas se tornam laranjas e os dias são mais escuros. Já a lanterna de abóbora advém de um conto celta sobre um rapaz que foi proibido de entrar no céu e no inferno e vagueia eternamente com a sua lanterna em busca de descanso. Por outro lado, os celtas acreditavam que mascararem-se no dia do Samhaim, especialmente de esqueletos ou fantasmas, ajudava a enganar os espíritos. Já o peditório de doces conhecido como “doçura ou travessura” nasceu na Grã-Bretanha, ganhando mais popularidade nos EUA.


Mas sabia que existe uma tradição semelhante à portuguesa? O dia de Todos-os-Santos celebra-se a 1 de Novembro e é costume as crianças saírem à rua em pequenos grupos para pedir o pão-por-deus de porta em porta. Uma tradição celebrada desde o século XV, com origem no ritual pagão do culto dos mortos, e que ganhou mais força um ano depois do terramoto de 1755. Em 1 de novembro de 1756 a população mais pobre de Lisboa aproveitou para bater à porta dos mais abastados, e, assim, tentar matar a fome. A tradição manteve-se ao longo dos tempos, sobretudo fora das grandes cidades. Contudo, o “peditório” passou a ser feito novamente apenas por crianças, e, em vez de pão, os donos das casas dão hoje bolinhos, romãs e frutos secos ou doces e guloseimas. E há quem dê dinheiro. Recitam também versos e a quem lhes recuse o pão-por-deus rogam uma praga em verso ou deixam uma ameaça enquanto fogem em grupo. Noutras zonas do país, a tradição manteve-se,mas com algumas variações. Na região centro e Estremadura chama-se o ‘Dia do Bolinho’. Os bolinhos típicos são especialmente confeccionados para esta data, sendo à base de farinha e erva doce com mel (noutros locais leva batata doce e abóbora) e frutos secos como passas e nozes.Noutras regiões os padrinhos oferecem bolo Santoro, aos afilhados.


No entanto, o Halloween começa a ganhar cada vez mais terreno em Portugal e são várias as festividades marcadas para dia 31 de Outubro na capital.

Entre as diversas opções, uma das que mais nos agradou pela originalidade foi o Halloween Run Party: uma corrida de 6km no Estádio Universitário de Lisboa, pelas 21h30, em que terá de fugir de zombies e pode ir vestido a rigor.

Uma forma de não ficar com a consciência tão pesada se tiver vontade de “atacar” os doces ou o pão... sem culpa!

0 visualização
  • MEETLO-02
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Pinterest

© 2019 by MEET your home

AMI: 14235 • Praceta Comércio, Lj 5, Esc 1D • 2610-074 Alfragide • (+351) 213 630 032