Buscar
  • MEET your home

Saiba os falsos mitos sobre a domótica e as casas inteligentes


A dómotica chegou para ficar. No continente americado e europeu, as casas inteligentes estão a ganhar cada vez mais terreno, devido às garantias de segurança, poupança e eficiência energética que proporcionam.

Devido à crescente comercialização, muitos são os mitos que se têm espalhado sobre estas sistemas tecnológicos.


O que é a domótica? 

A domótica define-se como um sistema tecnológico capaz de automatizar os processos de vários dispositivos conectados à rede. Existem, por exemplo, dispositivos que permitem a partir de sinais de voz, atribuir tarefas e outros aparelhos.

Todos os eletrodomésticos ou utensilios domóticos dispõem de uma série de sensores que permitem a comunicação e o envio de informação a partir de um painel central domótico ou qualquer outro dispositivo que esteja ligado à internet fixa ou móvel. É comum os especialistas afirmarem de que a domótica e a Wifi formam um conjunto inseparável.


Quais os falsos mitos sobre a domótica? 

Como em muitos outros aspectos relacionados com a inovação e a evolução tecnológica, é normal o surgimento de informações que nem sempre correspondem à verdade, e que tentam, por assim dizer, “denegrir” estes avanços.

A domótica também passou por este processo, e por isso surgiram mitos completamente errados sobre as suas propriedades e caracteristicas:


1- A domótica é muito cara. Não é de todo correcto, tudo depende do tipo de habitação e instalação domótica que se utilize. Muitas empresas já estão a lançar grandes ofertas para converter a casa num lar inteligente. Desta maneira, o investimento é amortizado passados dois ou três anos, devido à poupança energética a que leva o seu uso.


2- Não se poupa tanto na eletricidade. Completamente mentira. Estudos na materia, chegaram à conclusão de que com uma instalação domótica podemos poupar até 25% na fatura da luz, já que a potência contratada recomendada é menos elevada.


3- Requer muita manutenção. Também é uma informação errada. Todos os sistemas de domótica requerem uma manutenção parecida à de outro eletrodoméstico do lar. No entanto, terá de ser levado em conta as normas para alagar a sua vida útil.


4- São sistemas muito complexos. Totalmente falso. Os sistemas domóticos dispõem de um interface muito simples que permitem automatizar os processos a pessoas que não estejam muito familiarizadas com aparelhos tecnológicos (terceira idade). Por exemplo, uma pessoa que seja dependente, pode ter acess a um botão de emergência conectado à central receptora. Basta carregar, e a central receberá um aviso.


5- É necessário fazer muitas reformas. Instalar elementos domóticos não implica que se mude toda a distribuição da casa, nem que retire paredes ou tectos, nem que se tenha de fazer qualquer tipo de reforma. De facto, muitos deles, podem até ser guardados diretamente num armário. O mesmo acontece com os cabos. Não é necessário mudá-los por completo, já que muitos dos aparelhos inteligentes não têm fios.


6- Se um se estraga, todos se estragam. É certo que os sistemas domóticos estão ligados a um painel domótico central, mas o seu funcionamento é completamente independente. Todos eles dispõem de sensores individuais para facilitar a comunicação e o traspaso de informação. Desta forma, por exempo se se estraga o sistema automatizado da subida e descida dos estores, isto não influenciará o resto.


7- É fácil de “hackear” a domótica. A domótica dispõe de medidas de proteção perfeitamente estudadas para evitar a entrada de malfeitores informáticos. De facto, um dos grandes objetivos é melhorar a segurança do lar. Desta forma, isto é possível com os alarmes, câmaras de vigilância e fechaduras inteligentes já disponiveis no mercado.


#meetyourhome #dicasdameet #assistentesvirtuais #alexa #googleassistant #amazon

0 visualização
  • MEETLO-02
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Pinterest

© 2019 by MEET your home

AMI: 14235 • Praceta Comércio, Lj 5, Esc 1D • 2610-074 Alfragide • (+351) 213 630 032